SAIBA MAIS SOBRE A NOSSA JUNTA

A Junta Patrimonial, Econômica e Financeira da Igreja Presbiteriana do Brasil foi criada pela Resolução n.º XXV do Supremo Concílio, em julho de 1970, em substituição às Juntas de Investimento e de Construção de Patrimônio e tem sua sede na cidade de Brasília, Distrito Federal.

Compete à Junta Patrimonial, Econômica e Financeira: Elaborar, anualmente, a proposta do Orçamento da IPB, em consonância com as diretrizes do Plano Estratégico, elaborado sob a coordenação da Mesa da CE/SC-IPB para o respectivo exercício, para aprovação da Comissão Executiva do Supremo Concílio; Administrar todo o patrimônio da Igreja Presbiteriana do Brasil; Orientar as Igrejas na mordomia cristã; Acompanhar e controlar a execução orçamentária das diversas entidades internas da IPB; Planejar e executar campanhas financeiras; Examinar ou fazer examinar as contas da Tesouraria da IPB e das Confederações Nacionais, pelo menos uma vez por ano, auditando e relatando à CE-SC/IPB para aprovação final; Dar solução aos casos que o Supremo Concílio e/ou Comissão Executiva encaminhar a Junta, relatando à CE-SC/IPB a providência tomada; Solicitar, quando julgar necessário ou conveniente, orçamentos, relatórios, dados estatísticos e outros dados, das diversas comissões, departamentos e instituições da IPB; Propor alienação de bens móveis ou imóveis para os quais a Igreja não tenha projetos de utilização a curto e médio prazos, ouvidos os Concílios da região próxima a propriedade.

Competências da Junta Patrimonial, Econômica e Financeira da Igreja Presbiteriana do Brasil


1 - Elaborar anualmente, ouvida a Tesouraria do SC/IPB, a proposta do Orçamento da IPB, em consonância com as diretrizes da Igreja, para aprovação da CE-SC/IPB, bem como acompanhar a execução orçamentária;

2 - Administrar o patrimônio da Igreja Presbiteriana do Brasil;

3 - Orientar as Igrejas quanto à mordomia cristã;

4 - Planejar e executar campanhas financeiras, desde que aprovadas pela CE-SC/IPB;

5 - Examinar ou fazer examinar as demonstrações contábeis e financeiras da IPB, pelo menos uma vez por ano, e contratar auditoria externa, quando julgar conveniente, emitindo parecer e relatando à CE-SC/IPB, para aprovação final;

6 - Dar solução aos casos que o Supremo Concílio e/ou Comissão Executiva encaminhar a JPEF, relatando à CE-SC/IPB a providência tomada;

7 - Examinar o movimento contábil/financeiro dos órgãos da IPB, comissões, confederações nacionais, secretarias, juntas, seminários, e solicitar, quando julgar necessário, orçamentos, relatórios, dados estatísticos e informações aos respectivos órgãos;

8 - Propor alienação de bens móveis ou imóveis, para os quais a Igreja não tenha projeto de utilização a curto e médio prazo, ouvidos os Concílios da região próxima a propriedade, sendo que os valores obtidos terão destinação dada pela CE-SC/IPB;

9 - Administrar o fundo de empréstimo da IPB;

10 - Elaborar manuais, procedimentos e modelos para controle das receitas (entradas) e despesas (saídas), incluindo o inventário patrimonial;

11 - Verificar se todos os atos financeiros, tributários e trabalhistas praticados pela IPB e seus órgãos estão em conformidade com as leis civis, fiscais, trabalhistas e demais normas e legislação vigentes e propor medidas corretivas caso seja detectado algo não conforme;

12 - Propor normas e regulamentos que visem a eficiência, economicidade, segurança e a mitigação de qualquer tipo de riscos para a IPB e seus órgãos;

13 - Verificar, aprimorar e monitorar a qualidade dos controles internos existentes na Igreja Presbiteriana do Brasil e seus órgãos;

14 - Quando julgar conveniente, contratar auditoria independente, ainda que pagas pelas autarquias auditadas, nos casos de solicitações de empréstimos destas à IPB.

Membros DA JPEF


Responsáveis

Presidente: Presb. Renato José Piragibe
Vice- Presidente: Presb. Wellinton Tesch Sabaini
Secretário: Presb. Eduardo Azevedo
Tesoureiro: Presb. Reginaldo Nunes Ferreira
Membro: Presb. Alex Fabiane Teixeira
Membro: Rev. Davi Pires de Macedo
Membro: Presb. Josué Francisco dos Santos Filho
Membro: Presb. Khalil Choucair
Membro: Rev. Roberto de Lima Moulin


Membros Ex-Officio

TITULARES

Presidente SC/IPB: Rev. Roberto Brasileiro Silva
Secretário Executivo SC/IPB: Rev. Juarez Marcondes Filho
Tesoureiro SC/IPB: Presb. José Alfredo Marques de Almeida

SUPLENTES

Presb. Wilson de Souza
Presb. Adilson Aderito
Presb. Antonio Cellia
Presb. Maruzan Baliza


Contato

Site: www.jpef.org.br