PASTORES AVALIANDO A SI MESMOS


PASTORES AVALIANDO A SI MESMOS

 

O pastorado é uma vocação desafiadora e que, por vezes, conta com muitas demandas impostas por pessoas que lutam com problemas e circunstâncias indesejados. Portanto, é muito importante que o ofício de pastor seja preenchido por aqueles que são verdadeiramente vocacionados por Deus para esse ministério. Além do mais, é imprescindível que essas pessoas tenham deleite no trabalho que executam. No entanto, alguns pastores, ainda que verdadeiramente vocacionados, não possuem mais alegria no ministério por terem perdido o enfoque principal do mesmo. E por essa razão, acabam dedicando tempo, esforço e habilidades em outras atividades para as quais não foram vocacionados.

Este artigo é uma tentativa honesta de ajudar os pastores a focalizarem os aspectos do ministério que sejam mais proveitosos e benéficos para eles mesmos e para o rebanho que pastoreiam. Por outro lado, as perguntas seguintes ainda visam a conscientizar e esclarecer obreiros quanto a aspectos do ministério que carecem maior atenção.

 

A EXPERIÊNCIA MINISTERIAL:

Há quanto tempo você é pastor?

Seu ministério é uma posição integral ou parcial?

Você é um pastor titular ou auxiliar?

O que você mais gosta no pastorado?

O que o motiva mais do que qualquer outra coisa no ministério?

O que você não gosta muito no pastorado?

Como Deus o vocacionou para a função de pastor?

Você acredita que as pessoas o vêm como alguém acessível?

A igreja/congregação que você pastoreia tem crescido ou diminuindo nos últimos 3 anos?

Se está crescendo, quais são, em sua opinião, as principais razões para esse crescimento?

Se não está crescendo, quais são, em sua opinião, as principais razões para esse decréscimo?

Qual área ou assunto necessita melhorias ou mudanças no exercício do pastoreio?

Você mantém um espírito ensinável como pastor? Sua esposa concorda com sua avaliação a esse respeito?

Qual é a ênfase principal da sua pregação?

Como você lida com as críticas que recebe? Você já observou a maneira como você reage às críticas recebidas?

Há pessoas que você ainda não é capaz de perdoar? Se há pessoas que você ainda não conseguiu perdoar, o que você acha que deveria fazer a respeito?

Você ama pessoas? Gosta de estar perto delas? Tem prazer em atendê-las em suas necessidades?

Você tem uma perspectiva clara de onde Deus quer que você conduza o seu rebanho? Como é o seu relacionamento com as pessoas com quem compartilha a liderança da igreja?

Qual é a sua atitude em relação ao dinheiro? Você é econômico, generoso ou gastão?

 

VIDA PESSOAL E FAMILIAR:

Você tem uma vida devocional regular, ou seja, gastar tempo pessoal em oração e estudo da Palavra de Deus?

Você tem boas disciplinas em sua vida?

Você sabe quando dizer “sim” e quando dizer “não” para as pessoas?

Se você se deparasse com problemas pessoais, com quem você poderia conversar mais livremente?

Quão aberto e honesto você é como pessoa?

Você se certifica de passar tempo de qualidade com sua esposa e filhos?

Você possui algum hobby ou passatempo com o qual possa “refrescar” a mente? Qual?

 

- Valdeci Santos