PREGAÇÃO E EXPANSÃO DA IGREJA


“Com muitas outras palavras deu testemunho e exortava-os, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa” Atos 2.40

A vida cristã missionária inclui, obrigatoriamente, o aspecto da proclamação da Palavra de Deus da redenção divina. Isto é claríssimo nos capítulos iniciais do livro de Atos dos Apóstolos (At 2.14-41; At 3.11-26; At 7; At 8.14-25 e At 8.26-40). Muitos cristãos, com sinceridade, quando desafiados a proclamar a Palavra, evangelisticamente, dizem que não a conhecem suficientemente para fazerem isto. Foi exatamente o que Moisés, no Livro de Êxodo, disse para Deus quando foi desafiado a aceitar o chamado de tirar o povo do Egito. Ele disse: “Mas o que vou dizer para eles? Que mensagem vou levar? (Ex 3.13,14), ao que Deus respondeu: “Fale de mim – Eu Sou o que Sou”.

Proclamar o evangelho é falar de Cristo. Não precisamos nos preocupar com grandes conceitos de teologia, pois o nosso amigo e alvo do evangelismo, normalmente não sabe nada ou quase nada da Bíblia. Na verdade, o melhor proclamador não é o que fala bem e com propriedade, embora isto seja muito importante. O melhor fazedor de discípulos é aquele que, em si mesmo, é o testemunho.

Proclamemos a Palavra de Deus. Sejamos nós mesmos a Bíblia revista, atualizada e andante para os nossos amigos. Os nossos amigos podem não conhecer o texto escrito, mas eles precisam conhecer o texto aplicado, que somos nós, cartas vivas de Cristo (2Co 3.3).