A ALEGRIA DA SALVAÇÃO


“No tocante a mim, confio na tua graça; regozije-se o meu coração na tua salvação.” 
Sl 13.5

 

A vida é cheia de perigos. Somos ameaçados por forças visíveis e invisíveis, atacados por pessoas e circunstâncias. Somos tentados por espíritos malignos e por pensamentos indignos. Muitas vezes esses inimigos tentam prevalecer sobre nós. Se tirarmos os olhos de Deus, tombaremos; porém, se nos voltarmos para ele, triunfaremos. Davi, quando estava ameaçado pelo inimigo, sorvendo o cálice da tristeza, voltou-se para o Altíssimo e disse: “No tocante a mim, confio na tua graça...”.

A graça de Deus é um favor imerecido. Deus nos concede seu favor quando somos merecedores de seu juízo. A graça de Deus é uma âncora firme nas tempestades da vida. É um refúgio seguro no temporal. Quando confiamos na graça de Deus, marchamos resolutos diante dos inimigos e vencemos todas as turbulências da nossa alma. Como resultado, podemos nos regozijar na salvação de Deus. É do alto que brota a nossa cura.

É de Deus que vem o livramento. É do céu que emana a nossa salvação. Em vez de nos capitularmos ao medo e ficarmos esmagados pela tristeza, podemos nos alegrar na salvação que vem de Deus. É impossível experimentar essa exuberante alegria sem ter a salvação; porém, há pessoas salvas que se privam dessa alegria. Você já está desfrutando da alegria da salvação?