SEJA GENEROSO COM O POBRE


“... não endurecerás o teu coração, nem fecharás as tuas mãos a teu irmão pobre” Deuteronômio 15.7

A pobreza é um realidade inegável. Moisés escreveu: “Pois nunca deixará de haver pobres na terra...” (Dt 15.11). Jesus disse: “Porque os pobres, sempre os tendes convosco...” (Jo 12.8). A questão é: qual deve ser a nossa atitude em relação aos pobres? A Palavra de Deus orienta: “Quando entre ti houver algum pobre, de teus irmãos, em alguma das tuas cidades [...] não endurecerás o teu coração, nem fecharás as tuas mãos a teu irmão pobre; antes, lhe abrirás de todo a tua mão e lhe emprestarás o que lhe falta, quanto baste para a sua necessidade” (Dt 15.7,8).

Moisés ainda alertou: “Guarda-te não haja pensamento vil no teu coração [...] e não lhe dês nada, e ele clame contra ti ao Senhor, e haja em ti pecado. Livremente, lhe darás [...] pois, por isso, te abençoará o Senhor, teu Deus em toda a tua obra e em tudo o que empreenderes” (Dt 15.9,10). O apóstolo Paulo escreveu: “Exorta aos ricos [...] que pratiquem o bem, sejam ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir” (1Tm 6.17,18).

Salomão foi enfático: “A alma generosa prosperará” (Pv 11.25). E ainda: “A quem dá liberalmente, ainda se lhe acrescenta mais e mais” (Pv 11.24). Conclui: “Quem se compadece do pobre, ao Senhor empresta, e este lhe paga o seu benefício” (Pv 19.17). Seja generoso!